Tipos de fermentos e para que são indicados

Existem diversos tipos de alimentos e formas de como prepará-los. Mas igualmente existem elementos na composição de uma comida que se você trocar pode prejudicar o sabor ou sua textura. Os fermentos são um desses elementos tão importantes em massas e bolos e que não podem faltar na sua receita. 

Você sabia que existem diversos tipos de fermentos com texturas e composições diferentes? Quer aprender sobre isso e ainda sobre quais tipos de alimentos eles são indicados? Então continue a leitura para saber tudo sobre os fermentos!

Fermento químico em pó

Esse é aquele fermento comum que encontramos nos supermercados e mercearias de forma fácil. O fermento químico em pó é feito de bicarbonato de sódio e ácidos orgânicos, não contendo leveduras naturais. Esse fermento em pó é geralmente adicionado nas preparações de receitas em sua parte final. É muito comum para receitas rápidas em casa e que utilizam o micro-ondas. 

Ele pode ser adicionado em massas de bolos, de tortas de micro-ondas, massas de biscoitos e podem ser utilizados também para pães caseiros. Receitas rápidas que envolvem o liquidificador também podem ter adição direta desse ‘fermento em pó’.

Fermento natural

O fermento natural é o fermento feito de farinha de trigo e água, que quando misturados e postos para descansar, geram microrganismos responsáveis pela massa de fermentação natural. Esse fermento natural pode ser chamado de levain, massa madre ou sourdough starter.

Esse fermento é bastante utilizado nas padarias nesses últimos anos graças a qualidade e benefícios que traz às massas. Quando comparado com outros fermentos, o fermento natural se destaca por ter sua preparação um pouco mais demorada, visto que para atingir seu ápice de fermentação, deve-se levar em torno de 10 dias.

O fermento natural se destaca não só pela qualidade de sabor e textura de alimentos preparados com ele, mas também pelos benefícios nutritivos que essas massas trazem ao nosso organismo.

Bicarbonato de sódio

Muito utilizado para aumentar o volume de bolos e dar leveza a alimentos, o bicarbonato de sódio é um sal que libera gás carbônico e se torna muito comum para adicionar em alimentos que requeiram uma fermentação. Esse também é um dos elementos do fermento químico, como falamos mais acima.

Para que aconteça a fermentação e reação de crescimento de uma massa ou alimento na aplicação do bicarbonato, é necessário ter um componente ácido como vinagre, suco de limão, iogurte e etc.

Então, para receitas que levam fermento químico, mas que você queira substituí-lo pelo bicarbonato, isso só será válido se existir uma quantidade razoável de ingredientes ácidos, conforme explicamos a necessidade acima.

Fermento biológico

O fermento biológico pode ser encontrado em diversas formas como em grãos, tabletes ou até mesmo em pó. Esse fermento é formado por leveduras, que são microrganismos cientificamente conhecidos por Saccharomyces cerevisiae

Que quando misturados com farinha de trigo e água, ocorra um crescimento da massa e aromas sejam exalados. Tudo isso porque o dióxido de carbono é criado a partir da levedura que se alimenta do trigo e da água, quando misturados. Esse fermento é dividido em duas categorias definidas a partir do teor de umidade; fermento biológico seco e seco instantâneo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.