Entenda o que é moda Plus Size!

Por décadas, a Moda, em especial a feminina, centrava todas as suas ações e investimentos em roupas para tamanhos que iam no máximo ao 42.

Uma decisão que deixava fora do mercado consumidor um potencial de mulheres que vestem a partir do tamanho 44 e querem roupas bonitas, com o mesmo padrão de qualidade e modernidade das demais.

Um cenário discriminatório para mulheres gordinhas

As mulheres que hoje são consideradas Plus Size tiveram de enfrentar, por décadas, um mercado claramente discriminatório e desinteressado:

  • As lojas de grandes marcas não investiam em tamanhos especiais, como eram chamados.
  • As poucas lojas nas grandes cidades – que não eram de grifes – eram especializadas em tamanhos especiais, o que reforçava a segregação e o preconceito.
  • Nestas lojas não havia peças com cortes modernos, tendências, acabamentos elegantes. Era tudo vamos fazer o tamanho, como se uma mulher Plus Size não tivesse vaidade alguma, o desejo de sentir-se bem vestida.
  • A solução de muitas mulheres era recorrer a costureiras, melhorando a qualidade mas longe dos looks de passarelas e grandes vitrines, demonstrando que elas ainda precisam criar soluções à margem de um mercado que deveria atender a todas sem distinção.

Era um cenário inexplicável até para a própria indústria, pois o potencial de mulheres Plus Size sempre foi grande, era um nicho desperdiçado.

A evolução começa a chegar para as mulheres Plus Size!

As sociedades começam a ficar mais atentas a situações que discriminam pessoas, principalmente no meio profissional.

Os crescentes movimentos pelos direitos para vários segmentos da sociedade levou à conscientização da importância de que as mulheres Plus Size recebam da indústria da moda o mesmo tratamento.

Hoje já é possível encontrar modelos Plus Size nas passarelas dos desfiles mais importantes do mundo.

As modelos Plus Size podem apontar uma mudança de direção!

As modelos Plus Size chegam nas passarelas com a sua própria aceitação sobre o corpo, elevada autoestima e propondo, com isso, que todas as mulheres podem estar em todos os espaços da sociedade.

Isto poderá, com o tempo, mudar a visão no extremo oposto da Moda: modelos dentro dos padrões sofrem com restrições e exigências que podem leva-las a doenças graves – e a imensa maioria não chegará aos padrões de fama e carreira de uma top model. Será que muitas se aceitam nas condições que a indústria impõe?

A moda Plus Size tem um longo caminho, mas evolui!

O crescimento do mercado de moda Plus Size ainda está longe do ideal, em especial no Brasil, principalmente por conta da situação econômica de alguns anos, que acaba impactando em todos os setores.

O segmento ainda precisa se expandir muito para atender um público pronto para consumir, em todas as faixas de renda. Como os investimentos ainda estão em ritmo lento, a oferta menor que a demanda faz com os preços sejam um grande obstáculo.

Podemos encontrar peças Plus Size, do mesmo modelo, até pelo dobro do preço em algumas lojas.

Outro aspecto é que grande parte da indústria ainda considera Plus Size uma mulher que veste a partir do manequim 46 e muitos especialistas existe um público com manequim 44 que tem dificuldades de conseguir roupas porque acaba não sendo vista pelos dois lados da Moda.

Felizmente este cenário aos poucos vai se transformando.

As confecções e lojas percebem que existe uma demanda forte esperando por novidades, por uma visão fashion nos modelos e pelo gosto delas por todas as possibilidades de vestir, como um vestido Plus Size festa curto.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *